Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Beira-Mar não teve arte para “desmontar” Oleiros


Jorge Maia Valente (texto)/Ricardo Carvalhal (foto) segunda, 02 dezembro 2019

O Beira-Mar não foi além de um empate sem golos na recepção, ontem, ao Oleiros, para o Campeonato de Portugal (Série C), num jogo em que os forasteiros tiveram as melhores oportunidades mas esbarraram no poste, num remate de André Farinha e em Miotti que, com uma defesa de qualidade, tirou a Samir Banjai a possibilidade de levar a sua equipa em vantagem ao intervalo.

Escudados em processos defensivos bem assimilados e que lhes vale, até agora, o título de melhor defesa do Campeonato de Portugal com apenas quatro golos consentidos - e nenhum na condição de visitante -, o Oleiros chegou a Aveiro com a lição bem estudada: jogo nas costas dos laterais locais, saídas rápidas e meio-campo de combate contrariando a posse entrelinhas do Beira-Mar. A estratégia do Oleiros - coesão defensiva e ataque com critério - resultou pelo seu mérito, mas também pelo demérito do Beira-Mar que, ontem, voltou, a não evidenciar qualidade no seu jogo. O empate e o ponto conquistado foram o mal menor.

Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados